Emily VanCamp Brasil

Emily VanCamp para a Women’s Health

Emily VanCamp para a Women’s Health

Lições de vida de Emily.
Em seu show de sucesso Revenge, Emily derruba seus adversários com esquemas perversos. Aqui, ela compartilha muito mais civilizada, e divertido maneiras de obter tudo o que você quer na vida.

EVBR002 20 - Emily VanCamp para a Women's Health

É apropriado que a entrevista da WH com Emily VanCamp está definida para ser em um lugar, um hotel em Hollywood elegante onde você esperar quando você oficialmente faz isso.

Depois de atuar em Everwood e Brothers & Sisters, a atriz agora está interpretando uma bela durona em Revenge, o sucesso da ABC agora em sua segunda temporada, que a conduziu firmemente a ser assistido por qualquer um em todo território.

Só que alguns dias antes da entrevista, ela muda de planos, e aqui estamos nós ao invés de um acolhedor, descontraído café perto de sua casa, bebendo chá, com apenas alguns pombos e velhinhas como espectadores.

“Esses lugares grandes são um pouco intimidantes!” Ela diz, explicando a mudança, e depois ri.

Emily pode ser uma das estrelas mais brilhantes de Hollywood, mas ela também confessa que é uma dona de casa. Nos seus dias de folga, é provável que ela seja encontrada fazendo um prato de chili. Ou “de preguiça” na cama. Ou a pescando com seu namorado (que é seu parceiro em Revenge, o gostoso britânico Josh Bowman). Então, como é que esta menina da cidade pequena de Port Perry, Ontário, com população de 8,981, conseguiu um emprego dos sonhos e um cara, e ter um corpo que deixa qualquer biquíni orgulhoso, e permanecer relaxado e descontraída em meio às intensas pressões que giram em torno dela? (Sim, e tudo isso aos 26 anos!) Ela alegremente concordou em compartilhar suas dicas, truques e lições de vida aqui. Pegue alguns para fazer de 2013 o seu melhor ano novo.

Esqueça o que você pensou que queria.
Confie em seus instintos em vez disso: São os sinais que nos apontam para uma vida que amamos. A Emily cresceu pensando que estava destinada a ser bailarina. Aos 12 anos, ela estava vivendo com uma família francês-canadense enquanto se matriculava em uma prestigiada academia de balé em Montreal. “Comecei a ter aulas de atuação todos os sábados à tarde,” Ela diz. “Me lembro de estar tão animada para os sábados chegar, mas não para a semana começar quando estava fazendo quatro horas de ballet todos os dias. Há tanta competitividade no ballet que quase se perde a noção se ainda gosta ou não. Estou tão contente por ter encontrado aquela pequena aula de atuação e ter sido capaz de começar um novo caminho.”

Auto-confiança? Não seja tão dura.
Antes de Emily VanCamp se tornar Emily Thorne em Revenge, ela já tinha fãs entre os executivos da ABC (a rede também produziu Brothers & Sisters). Mas os produtores do programa lhe disseram que não tinham a certeza se ela podia ficar nas sombras, como Emily Thorne exigiria. “Eles disseram: “Essa é a única coisa que não vimos em nenhum dos seus trabalhos” Diz Emily. “Na noite anterior à minha audição, entrei em pânico. Não tive muito tempo para me preparar, e estava muito nervosa.” Como ela lida com: “Acho que parte do sucesso não é levar tudo tão a sério. Tipo, quem realmente se importa se você não conseguir este emprego? Haverá outro.”

Passando um tempo com… você mesmo.
Um dos maiores desafios da Emily este ano é falar pelo que ela precisa. “Minha mãe está sempre me dizendo: “Você tem que dizer não; você precisa deste tempo para si mesmo,”” Ela diz. “E adoro passar muito tempo sozinha. Eu gosto de refletir: Estou bem? Estou lidando com tudo isso? Eu preciso desse tipo de paz e tranquilidade. É algo que meus amigos e eu rimos: “Oh, Emily está tendo uma noite para si mesma.” Isso me acalma.”

Sair da cidade, algum lugar novo.
É a outra maneira de Emily se recarregar. Quando a primeira temporada de Revenge terminou, Emily estava vazia. “Eu tive um momento em que eu pensei, eu só acho que eu não posso andar em outro set agora,” ela diz. Então ela viajou para Tóquio para visitar uma de suas irmãs. Viagens como essa expande sua perspectiva e a ajuda a se desconectar de seu mundo habitual.

Lembrando de suas raízes.
Uma das melhores maneiras de desarmar situações de alta pressão? “Não perca seu senso de perspectiva,” diz Emily, cuja educação no campo a manteve parada.
“Quando vou para casa, ninguém pensa em todos estes eventos glamorosos que vou. Eles me conhecem desde quando eu e as minhas irmãs andávamos brincando nos campos.”

Escolha um tipo de cara que goste de você sem maquiagem.
Em uma viagem de pesca na Inglaterra com Josh e seu pai, Emily tinha uma realização importante: “Eu estava lá com meu boné de beisebol e essas roupas de pesca ruins. E me lembro de pensar: Isto é quando me sinto 100 por cento confortável, nestas roupas sujas com entranhas de peixe por todo o lado. Eu sei que parece horrível”, diz ela, rindo. “Mas estou mais confiante quando estou na natureza e não tenho que me vestir bem. Quando eu tiro minha maquiagem, é quando meu namorado mais gosta. E para mim, é um símbolo de um grande cara, alguém que não se importa com essas coisas.”

Pare de tentar se tornar “um” em um relacionamento.
“É mais sobre aceitar um ao outro como pessoas separadas”, diz Emily. “Isso é o fundamental com o qual tento abordar uma relação. Rir muito e ser realmente delicado com o coração da outra pessoa, porque, às vezes, começamos a não dar valor um ao outro. Lembrando sempre que nenhum de vocês precisa estar lá. É uma escolha todos os dias ficar juntos.”

Encontre um energizador saudável.
Os dias de trabalho da Emily podem ser longos, acordar às 4 da manhã e chegar em casa às 9 da noite. Longos. Seu segredo para quando suas liberações de energia: sucos naturais. “Eu acho que em vez de ir para o donut às 10 da manhã, quando eu estou sempre ansiando algo doce, eu vou para um suco muito bom.” Seus favoritos são uma mistura de maçã, limão, gengibre e um com couve, pepino, aipo, espinafre, pêra, coentro, hortelã e limão.

Pule as dietas rígidas.
“Eles podem fazer você desejar ainda mais as coisas que são ruins para você”, diz Emily. Em vez disso, ela substitui básicos menos nutritivos com aqueles que são tão satisfatórios, mas mais saudáveis: quinoa em vez de arroz branco, batata-doce em vez de branca. E ela se permite satisfação ocasionalmente. Seus prazeres alimentares culpados? Pizza de queijo e a especialidade canadiana. “São batatas fritas com molho e requeijão de queijo cheddar. Parece nojento, mas é fantástico!”

Forme uma rede de suporte.
É mais fácil manter um estilo de vida saudável quando seus amigos também. “Uma das minhas melhores amigas vai abrir uma casa de sucos”, diz ela. “Estes são os tipos de coisas que meus amigos estão. Todos nós incentivamos uns aos outros.”

Perder os exercícios que você odeia.
O que faz a Emily sair de casa em dias de pouca motivação? Exercício que não parece exercício, como nadar (A mãe era instrutora de natação), caminhadas, pilates (“As máquinas são muito divertidas!”), e yoga. “A yoga é uma coisa de mente, corpo, alma. E relaxamento, que eu preciso!”

Desafie o seu corpo.
O papel de Emily em Revenge requer treinamento em artes marciais, e agora ela está coberta de hematomas, graças a uma cena de luta que ela filmou recentemente. “Eu vou ao pilates e eles acham que as coisas não são muito boas em casa”, ela brinca. Mas ela também diz que é muito empoderador. “Eu assisto as sequências e penso, uau, como eu fiz isso? E faz o meu pai muito feliz ver uma das suas filhas a dando porrada. E ele: “Ninguém se vai meter contigo!”

Encontre sua própria forma de terapia.
O que não tem que envolver um psiquiatra. O da Emily é na cozinha, aos sábados, ela prepara uma comida de conforto. “Eu sou meio notória por isso. Eu vou estar fazendo grande ensopado ou chili ou sopa. Algo saudável que me lembra de casa. Cozinhar é terapia para mim de uma forma estranha. Quando estou na cozinha, estou numa zona e todo o resto desaparece.”

Ignorar as expectativas dos outros.
A obsessão de Hollywood com aparência e cirurgia plástica deixa a Emily maluca. “Quero dizer, para cada um deles, e eu sei que existem essas pressões. Mas olho para a minha avó e penso: Espero ter aquelas rugas felizes. Você vê o mapa da vida dela no rosto, e ela é tão bonita. Ela não seria minha avó sem essas belas linhas.”

Confira mais fotos da Emily VanCamp para a Women’s Health clicando na miniatura abaixo:

EVBR001 27 120x130 - Emily VanCamp para a Women's Health

Entrevista por Holly Hays, em 20 de dezembro de 2012, para a Women’s Health.

Entrevista inteiramente traduzida pela equipe Emily VanCamp Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *