Emily VanCamp Brasil

A estrela de The Resident Emily VanCamp analisa a chocante emergência médica de Nic

A estrela de The Resident Emily VanCamp analisa a chocante emergência médica de Nic

Entrevista traduzida do Entertainment Weekly.

A estrela de The Resident, Emily VanCamp, analisa a chocante emergência médica de Nic.

“O produtor executivo da série Andrew Chapman também compartilha uma visão sobre por que isso precisava acontecer”.

(Aviso: este artigo contém spoilers sobre o episódio de 9 de fevereiro de The Resident, “Home Before Dark”.)

A 4ª temporada de The Resident até agora foi repleta de momentos de alegria. Da estreia que abriu com o casamento de Nic (Emily VanCamp) e Conrad (Matt Czuchry) e terminou com Mina (Shaunette Renée Wilson) e A.J. (Malcolm-Jamal Warner) finalmente compartilhando um beijo tão esperado.

Mas os roteiristas não vieram brincar na terça à noite. No episódio 5, uma Nic muito grávida e feliz foi esfaqueada várias vezes por um paciente que foi rejeitado no dia em que o Chastain Park Memorial Hospital estava para fechar.

VanCamp e o produtor executivo da série Andrew Chapman conversaram com a EW sobre por que essa história precisava ser contada, o que vem pela frente para o restante da temporada e se o bebê CoNic poderia ou não ser chamada de Jessie.

“Todos nós ficamos chocados quando lemos este episódio,” VanCamp disse exclusivamente ao EW. “É uma história difícil de contar, e certamente foi difícil de interpretar. É a direção que os escritores queriam tomar e nós apenas seguimos com ela. Certamente há muito trauma envolvendo esse tipo de narrativa, porque é realmente chocante”.

Chapman acrescenta: “A profunda história de fundo é que isso sempre foi planejado como o final da 3ª temporada, mas nossa temporada foi cortada por causa do COVID, então perdemos vários episódios. Os episódios 1, 3 e 5 deveriam ser os episódios 21, 22 e 23 da última temporada. Amamos tanto esses episódios que decidimos empurrá-los para esta temporada. E com a gente querendo transformar Chastain em um hospital público, de uma forma estranha, os primeiros 5 episódios dessa temporada são meio que o encerramento da última temporada. Então, começando com o episódio 6, estamos recomeçando com novas histórias ligadas a Chastain sendo um hospital público que queríamos contar.”

Chapman continua explicando a importância de contar histórias que retratam as situações da vida real que os profissionais de saúde vivenciam, o que inclui pacientes agressivos.

“É uma coisa enorme, não dita”, diz ele. “Cada enfermeira com quem você fala em todos os hospitais em todo o país tem pelo menos um episódio ou mais em que um paciente as atacou. É uma coisa constante e queríamos mostrar isso. Nic é a nossa enfermeira nº 1, então ela foi a pessoa perfeita e esse era o momento certo para fazê-lo porque também queríamos mostrar que quando os hospitais fecham, as pessoas sofrem e os pacientes sofrem. Hospitais estão fechando em todo o país, e isso é um problema”.

Neste episódio, os espectadores tiveram um raro vislumbre de um Conrad indefeso. Depois que Nic teve uma parada cardíaca, ele conseguiu ajudar o coração de Nic a bater novamente, mas ele tinha que confiar em seus colegas.

“Esses episódios específicos são interessantes porque vemos Conrad sob uma luz diferente”, diz VanCamp. “Não há muito que ele possa fazer, então ele está realmente contando com seus amigos para ajudá-lo a superar isso. No que diz respeito a Nic, ela está sob a maior parte do episódio, então ele está mais vulnerável do que eu acho que nunca visto. Com o hospital fechando e a falta de recursos, isso adiciona uma camada extra ao medo. Foi interessante ver Conrad lutando com o que o destino reservará”.

Quanto ao futuro de Nic, ela diz: “Ainda estamos recebendo os novos episódios enquanto conversamos, mas inevitavelmente, há um trauma emocional de longo prazo com esse tipo de experiência. E com o bebê, acho que as coisas vão subir e descer. Ouvir os batimentos cardíacos é um momento mágico para os dois porque é tão incrível que eles foram capazes de superar o trauma fisicamente, e isso é um grande obstáculo”.

Chapman observa que conforme a temporada avança, as coisas vão se acalmar para CoNic, embora o agressor de Nic esteja de volta.

“Sim, você o verá de novo”, diz Chapman. “Ele aparece e desempenha um grande papel em mais um episódio. Você saberá por que ele fez isso e não apenas porque ele é um cara malvado. Havia rachaduras no sistema e ele caiu por essas rachaduras”.

Ele acrescenta enfaticamente: “Eu prometo a você, não vamos mais torturar Nic nesta temporada. Vamos deixá-la se curar e melhorar. Sentimos que havia uma maneira realmente poderosa de mostrar as coisas que queríamos mostrar, mas também o vínculo entre Nic e Conrad. Nic sempre defende Conrad e ela sempre está lá para ele. Agora ele tem que retribuir. Isso foi muito importante para nós”.

Nesse meio tempo, VanCamp está desfrutando de todos os benefícios de interpretar uma Nic grávida na televisão, o que inclui deliciar-se com comida enquanto sua personagem chega ao final de seu primeiro trimestre no programa.

“Sim, estou usando uma prótese de barriga, o que tem sido interessante porque tem que crescer continuamente”, diz VanCamp com uma risadinha. “Estamos constantemente tentando descobrir qual deve ser o tamanho certo. Mas isso me dá um pouco de liberdade para ceder um pouco mais do que normalmente faria.”

Nic e Conrad estão brincando no programa e compartilhando os piores nomes de bebês que eles poderiam pensar para sua filha. Mas ela poderia acabar com seu primeiro nome ou nome do meio servindo como um tributo à irmã de Nic, Jessie?

“Uau, essa é uma ideia realmente boa”, VanCamp responde timidamente. “Eu nem pensei em nomes de bebês ainda, mas isso é muito fofo. Eu amo isso. É uma ideia fofa!”

Chapman acrescenta: “Os nomes do bebê vai ser divertidos e divertidos, que passarão por muitos outros episódios. Vamos resolver o nome inteiro do bebê quando ele aparecer”.

Sobre se isso vai acontecer ou não no final da 4ª temporada, tanto VanCamp quanto Chapman encorajam os fãs a continuar assistindo.

Clique aqui para ler a matéria original.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *